Monday, 28 February 2011

Aquisições de Fevereiro

Ora aqui estão os livrinhos que se juntaram este mês à minha pequena biblioteca pessoal. No mês passado consegui manter a minha promessa e não comprei mais do que três livros, mas este mês não me consegui conter e adquiri mais livrinhos do que devia. 

 
- "Em Nome do Vento", Patrick Rothfuss;
- "Cinzas", Jennifer Armintrout;
- "Exílio", R.A. Salvatore;
- "Wicked Lovely - Tatuagem", Melissa Marr (Opinião);
- "O Beijo da Meia-Noite", Lara Adrian (Opinião);
- "Os Pecados do Lorde Easterbrook", Madeline Hunter;
- "Se Eu Ficar", Gayle Forman. 

Ainda chegaram uns livrinhos encomendados na Wook:



- "Paixão Numa Noite de Inverno", Eloisa James;

- "A Cama da Paixão", Laura Lee Gurhke;

- "Até Que Ele Nos Separe", Emily Giffin.   

"O Beijo da Meia-Noite", Lara Adrian

Título Original: Kiss of Midnight (2007) Autor: Lara Adrian
Editora: Quinta Essência 
Nº Páginas: 372
ISBN: 978-989-8228-43-7
Género: Romance Paranormal

Sinopse: "Gabrielle Maxwell, uma reconhecida artista de Boston, celebra o êxito da sua última exposição exclusiva. Entre a acalorada multidão, sente a presença de um sensual desconhecido que desperta nela as fantasias mais profundas. Mas nada relacionado com essa noite, nem com esse homem, é o que parece. À saída, Gabrielle presencia um homicídio e, a partir desse momento, a realidade converte-se em algo escuro e mortífero, e ela entra num submundo que nunca soube que existia, habitado por vampiros urbanos. Lucan Thorne é um vampiro, um guerreiro da Raça, que nasceu para proteger os seus – assim como os humanos que com ele coexistem – da crescente ameaça dos vampiros renegados. Lucan não pode correr o risco de unir-se a uma humana, mas quando Gabrielle se converte no alvo dos seus inimigos, não tem escolha e é forçado a levá-la para esse outro mundo que lidera, no qual serão devorados por um desejo selvagem e insaciável. Nos braços do formidável líder da Raça, Gabrielle irá enfrentar um extraordinário destino de perigo, de sedução e dos mais sombrios prazeres..."

Opinião: Gabrielle Maxwell é uma brilhante fotógrafa. As suas fotografias de locais desertos, sem qualquer presença humana, fazem as delícias de muitos. Após uma exposição cheia de sucesso, Gabrielle, juntamente com os seus amigos Jamie, Kendra e Maggie, é levada a um novo bar gótico que se encontra na moda. Nessa noite Gabrielle vê a sua vida virada do avesso, quando assiste ao ataque mortal de um jovem por parte de um grupo de Renegados.

Transtornada, Gabrielle tira fotografias ao grupo de assassinos sem uma pinga de remorso no seu ser, mas ninguém acredita nas suas palavras, nem nas  fotografias escuras. Ninguém além de Lucan Thorne. Lucan é membro de um grupo de vampiros guerreiros que protegem os humanos dos Renegados. Através de uma  mentira inofensiva, entra no mundo de Gabrielle para descobrir o Renegado que lhe escapou na noite do homicído assistido pela fotógrafa.

Assim se inicia um novo capítulo na vida de Gabrielle: desde sangrentos homícidios até uma atracção arrebatadora difícil de explicar.    

Não sou uma leitora assídua de romances paranormais. Tanto Alyssa Day como Sherrilyn Kenyon não me conseguiram atrair e não tinha grandes expectativas ao desfolhar "O Beijo da Meia-Noite". Devo dizer que Adrian conseguiu, finalmente, despertar o meu interesse e curiosidade para este género literário. Foi uma surpresa bastante agradável.      

Lara Adrian é uma mistura de Sherrilyn Kenyon - preferi Adrian à Rainha do Romance Paranormal - e J.R Ward - com muita pena tenho o primeiro livro da escritora a ganhar pó na prateleira, enquanto espera para ser devorado. Para todos os amantes de Romance Paranormal  esta escritora é uma excelente aposta. "O Beijo da Meia-Noite" é uma história cheia de acção e recheada de personagens algo complexas com os seus próprios demónios. 

A próxima entrega é intitulada de "O Beijo Carmesim" e segue as história de Dante e da sua Companheira de Raça.   

Thursday, 24 February 2011

"Exílio", de R. A. Salvatore [Divulgação]


O seu lançamento é já amanhã! Não são óptimas notícias?

Sinopse: "Após renegar a sua própria família e partir para longe de Menzoberranzan, a sua pátria, Drizzt tem que aprender a sobreviver e conquistar um novo lar no imenso labirinto dos túneis subterrâneos onde se ocultam criaturas das trevas. Mas o verdadeiro perigo parte da sua própria raça e Drizzt terá que estar atento a sinais de perseguição, pois os elfos negros não são um povo misericordioso...Venha descobrir Drizzt, o elfo negro, uma das personagens mais lendárias da fantasia. E acompanhe-o na épica e intrépida jornada para longe de um mundo onde não tem lugar... em busca de outro, na superfície, onde talvez nunca o aceitem."

Sunday, 20 February 2011

"A Iniciação", Jennifer Armintrout

Evita a luz do Sol. Bebe sangue. Odeia-te para sempre.
Bem-Vindo à Imortalidade.

Título Original: The Turning (2006)
Autor: Jennifer Armintrout
Editora: Edições Gailivro
Colecção: 1001 Mundos
Nº Páginas: 334
ISBN: 978-989-557-744-6
Género: Fantasia Urbana

Sinopse: "Eu não sou cobarde. Quero deixar isso bem claro. Mas, depois de a minha vida se transformar num filme de terror, passei a levar o medo muito mais a sério. Tinha-me tornado na Dra. Carrie Ames apenas há oito meses, quando fui atacada na morgue do hospital por um vampiro. Haja sorte. Por isso agora sou uma vampira e descobri que tenho um laço de sangue com o monstro que me criou. Este funciona como uma trela invisível, pelo que estou ligada a ele, independentemente daquilo que faça. E, claro, ele tinha de ser um dos vampiros mais malévolos à face da Terra. Com o meu Amo decidido a transformar-me numa assassina sem escrúpulos e o seu maior inimigo empenhado em exterminar-me, as coisas não podiam ser piores - só que me sinto atraída pelos dois. Beber sangue, viver como um demónio imortal e ser um peão entre duas facções de vampiros não é exactamente o que tinha imaginado para o meu futuro. Mas, como o meu pai costumava dizer, a única forma de vencer o medo é enfrentá-lo. E é isso que irei fazer. Com as garras de fora."

Opinião: Já se passaram alguns meses desde a leitura deste magnífico e marcante livro. Como no próximo dia 21  de Fevereiro (já amanhã) sai o terceiro livro da série "Laços de Sangue" de Jennifer Armintrout, "Cinzas", decidi partilhar a minha opinião sobre o primeiro livro - infelizmente ainda não li "Possessão" e espero lê-lo nas próximas semanas.

Carrie Ames tinha-se tornado médica apenas à oito meses atrás, quando é atacada na morgue por um paciente que havia falecido poucos minutos antes no Serviço de Urgência, no hospital em Michigan para onde havia ido trabalhar. Claro que Carrie não fazia ideia que o ataque a ia transformar num vampiro, nem que o seu atacante era um vampiro bastante cruel e poderoso.    

Após o ataque, Carrie experimenta uma série de mudanças físicas: diminuição da temperatura do corpo, sensibilidade à luz e uma fome insaciável. Na procura de respostas para descobrir o que lhe está a acontecer, Carrie acaba numa livraria em que Nathan, o dono do espaço é também ele um vampiro que lhe conta todos os pormenores da transformação e a avisa que tem de escolher entre juntar-se ao Movimento (um grupo de vampiros que tem como função matar todos os que não sigam as leis) ou a morte. Nenhuma das opções agrada a Carrie e esta decide partir à procura do único vampiro que pensa que a pode ajudar: o homem que a tornou um vampiro, Cyrus.      

Uma série de eventos torna a imortalidade, um sonho para muitos, num dos maiores pesadelos de Carrie. Obrigada a deixar para trás o seu emprego e a sua vida, a recém-vampira descobre-se entre o seu Criador, a quem se encontra eternamente ligada por um forte laço de sangue, e Nathan, que deseja exterminá-la apesar da atracção existente entre os dois.    

"A Iniciação" é um livro surpreendente. Não existe razão alguma para não se gostar deste mundo recheado de vampiros e com uma história tão envolvente. Um dos pontos fortes da obra é a protagonista, Carrie apanhada num mundo do qual nunca desejou fazer parte, assim como a escrita ser na primeira pessoa - a escritora conseguiu descrever os sentimentos de Carrie de modo ao leitor também os experienciar. As personagens secundárias também contribuem bastante para tornar esta história apaixonante, devido às diferentes características de cada uma e ao modo como reagem às situações impostas. As várias e diversas referêcias culturais do mundo real enriquecem a obra, apelando ao interesse um pouco mais.  

Apesar de muitos clichés vampíricos e de algumas parecenças com histórias publicadas - a própria escritora referiu ser fã de L. J. Smith e Anne Rice - este livro não deixa de ser bastante apelativo. O ambiente envolvente negro - um pouco recheado de descrições sangrentas e temas mais maduros - é o factor diferenciador da obra, que a distingue.   

Este livro  é merecedor de um lugar na nossa estante.

Wednesday, 9 February 2011

"Wicked Lovely - Tatuagem", Melissa Marr

Título Original: Ink Exchange (2008)
Autor: Melissa Marr
Editora: Saída de Emergência
Nº Páginas: 243
ISBN: 978-989-637-303-0
Género: Literatura Fantástica, Fantasia Urbana

Sinopse: "Leslie, de dezassete anos, não sabe nada sobre fadas nem sobre as suas lutas obscuras pelo poder. Quando se sente atraída por uma tatuagem estranhamente bela, só sabe que tem de a ter, convencendo-se de ter encontrado um símbolo tangível das mudanças de que precisa desesperadamente na sua vida. A tatuagem traz mesmo mudanças - não do tipo que Leslie sonhou, mas mudanças sinistras e irresistíveis, que ligam Leslie a Irial, um rei das fadas tenebroso e temível que luta pela alma da sua corte. Aos poucos, Leslie é arrastada cada vez mais para dentro do mundo feérico, incapaz de resistir ao seu fascínio e de compreender os seus perigos... Melissa Marr dá seguimento aos seus contos de Fadas numa história sombria e arrebatadora de tentação e consequências, e de heroísmo quando menos se espera."

Opinião: Leslie, uma rapariga normal de dezassete anos, decide, finalmente, fazer uma tatuagem. Com o desenho marcado no corpo, Leslie vê a oportunidade de encontrar uma nova liberdade, de encontrar um início novo depois de sofrer horrores às mãos dos "amigos" do irmão. Na loja de Rabbit (ou "Coelhinho", como Irial o trata), depois de uma longa procura, a jovem sente-se atraída por uma tatuagem - uma bela e elaborada tatuagem com um olhar demasiado fascinante.

O que Leslie não sabia é que a tatuagem  lhe traria mesmo mudanças para a sua vida - mas não as mudanças desejadas pela jovem. A tinta pintada no seu corpo cria uma ligação com o rei da Corte das Tevras, Irial, que precisa de poder num mundo, em que a Corte do Inverno e a Corte do Verão, após a ascensão dos novos reis, criaram uma forte aliança.  Leslie vê-se arrastada para o Mundo das desonestas e maldosas fadas, sem compreender o quão perigoso este é.

Nesta nova aventura, as personagens principais como Aislinn, Seth e Keenan, passam para segundo plano - mas tendo um papel algo importante nos eventos -, dando lugar a personagens como Leslie, Niall e Irial.

A primeira vez que tivemos contacto com Leslie, a protagonista deste livro, foi em "Wicked Lovely - Amores Rebeldes". Leslie era uma das amigas de Aislinn. Apesar de não ter gostado das amigas da Rainha do Verão, foi fácil simpatizar com Leslie - uma rapariga em sofrimento, a viver num ambiente familiar horrível após a partida da mãe. Não é uma protagonista forte, mas a fragilidade de Leslie torna-a mais real.    

Também conhecemos Niall no primeiro livro, como o fiel conselheiro de Kennan. Desta vez, a pedido de Aislinn, Niall protege Leslie sem a mortal saber, tendo a certeza que nenhuma fada lhe faz mal. A tarefa de Niall, não é facilitada, devido aos sentimentos que nutre por Leslie e ao aparecimento de Irial - que também não se sente indiferente a Leslie, e não é apenas por causa do laço criado entre eles através da tatuagem. O Rei das Trevas quase destronava Seth para se tornar a minha personagem preferida. Gostei imenso como a escritora escreveu Irial e lhe ofereceu diferentes facetas.  

Este livro é mais negro do que o primeiro da escritora. O ambiente envolvente não é tão leve como em "Amores Rebeldes", com temas mais adultos e obscuros. Sempre que julgamos que nada pior pode acontecer no enredo, o inesperado acontece!  

Gostei bastante da obra - apesar de ter gostado um pouquinho mais da primeira -, mas por vezes achei que a longa descrição das emoções roubavam páginas e páginas ao livro, quando estas páginas podiam ter sido usadas para contar, com uma maior profundidade, as histórias das personagens - queria saber um pouco mais sobre a estranha amizade entre Niall e Irial, acho que havia muito para ser explorado sobre o passado destas duas personagens.  

Para concluir, desejo imenso poder ler o próximo livro da saga, focado, mais uma vez, em Aislinn e Seth, de título "Frágil Eternidade".  

Thursday, 3 February 2011

"Vínculo de Sangue", Patricia Briggs

Título Original: Blood Bound (2007)
Autor: Patricia Briggs
Editora: Saída de Emergência
Nº Páginas: 304
ISBN: 978-989-637-300-9
Género: Fantasia Urbana

Sinopse: "Mercy tem amigos em lugares estranhos e sombrios. E agora deve um favor a um desses amigos: o vampiro Stefan precisa das capacidades de metamorfose de Mercy para entregar uma  mensagem a um vampiro recém-chegado à cidade. O que Mercy não sabe é que este novo vampiro tem um segredo: na verdade é um feiticeiro possuído por um demónio prestes a lançar o caos na cidade. Depois de várias tentativas da comunidade paranormal para destruir a criatura, Mercy vê-se envolvida na refrega: embora os seus amigos vampiros e lobisomens sejam mais fortes do que ela, são as suas habilidades especiais que poderão salvar a todos. E quando descobre a verdade sobre essas habilidades, Mercy vai aprender muito sobre o seu passado e os lobisomens que a criaram..."

Opinião: Da última vez que encontramos Mercedes "Mercy" Thompson, esta tinha ajudado a salvar a filha do Alfa - Adam, do bando local,. Durante essa "pequena" aventura, Mercy ficou a dever um favor a Stephan (um vampiro), que finalmente o vai cobrar.

Num telefonema a meio da noite, Stephan pede a Mercy para testemunhar, na sua forma de coiote, o  encontro com um vampiro recém-chegado à cidade. Uma visita que tinha tudo para ser normal acaba por se transformar num banho de sangue, pois o vampiro recém-chegado não é apenas um sugador de sangue. Este vampiro é um feiticeiro cujo corpo foi possuído por um demónio. Apesar de tanto os vampiros, como os lobisomens avisarem Mercy para não se intrometer, a caminhante não é capaz de ficar quieta - não quando as pessoas que lhe são próximas se encontram em perigo -  e embarca numa nova e deliciosa aventura.

"Vínculo de Sangue" é uma excelente continuação de "O Apelo da Lua". Conseguiu superar todas as minhas expectativas - estas haviam sido colocadas numa fasquia muito elevada. Briggs não desiludiu e oferece-nos um livro ainda mais recheado de mistério, de suspense e, claro, acção.  

Gosto do modo como a escritora retrata as personagens - mais exactamente os seres do mundo fantástico. Estes seres são apresentados com defeitos (vampiros assustadores e imprevisíveis; lobisomens vinculados às regras da hierarquia e com preconceitos antiquados - se Mercy fosse uma mulher-lobo e não uma caminhante, já havia sido iniciada uma revolta  até as fêmeas terem os mesmos direitos que os machos - seres feéricos em quem não se deve confiar) e mesmo assim apaixonamo-nos por eles. 

Neste livro, Mercy continua a ser uma mulher que apesar da sua coragem e ousadia mostra o seu lado mais frágil e reconhece as suas limitações. Mesmo com as suas capacidades metamórficas, Mercy parece bastante real. É fácil estabelecer uma ligação com uma personagem como esta mecânica.       

Tal como no primeiro livro, o romance voltou a ser deixado em segundo plano -  e mais uma vez digo que o livro não peca por isso. Mercy continua a questionar-se sobre os seus sentimentos em relação a Adam e a Samuel - que "lutam" para ganhar o seu afecto. E para se mistuar à confusão deste triângulo, surge um terceiro elemento - o qual não vou revelar. Enquanto Mercy se questiona sobre os seus sentimentos, eu questiono-me sobre quem irá ganhar o seu coração.   

O terceiro livro da saga tem por título "Beijo de Ferro". Após lobisomens e vampiros, este título sugestivo só nos pode levar a conhecer com maior detalhe os seres feéricos. Faço figas para que o terceiro livro seja publicado na Primavera, pois Mercy tornou-se, sem dúvida alguma, uma das minhas protagonistas preferidas de sempre.